Instagram Youtube Flickr

Nas areias do beach tennis

Seguindo os padrões da Federação Gaúcha de Beach Tennis, as quadras de areia do Grêmio Náutico União (GNU) vêm conquistando muitos apaixonados.  Para a associada Letícia Giannechini, que há oito anos freqüenta o Clube e era adepta ao tênis, a prática começou em agosto passado.

Assim que as quadras foram inauguradas, tenistas, beach tenistas que já jogavam em outros locais e curiosos começaram a se reunir no quiosque do BT e a formar duplas para jogar – conta ela.

Inicialmente, eram apenas alguns praticantes. Mas aos poucos, atletas, iniciantes ou não, quiseram testar suas habilidades nas areias do GNU. Letícia acredita que o Beach Tennis abriu as portas para outros esportistas:

A possibilidade de pessoas de todos os níveis conseguirem jogar foi atraindo cada vez mais praticantes. Tenistas trocaram o saibro pela areia, boleiros abandonaram as chuteiras pelos pés descalços e, assim, o BT vem ganhando mais e mais adeptos – comemora a praticante.

Com o filho Guilherme, de 6 anos, arriscando brincadeiras com a raquete de BT nas areias do Clube, Leca – como Letícia é chamada no Beach Tennis – diz estar feliz com a nova escolha esportiva.

Sou encantada pelo esporte. Dinâmico, desafiador e, principalmente, divertido, o BT me fez ainda mais frequentadora e admiradora do Clube – confessa.

 

Contato com a natureza

Para a associada e Designer de Acessórios, Gisele Dorneles, o esporte veio para fazê-la sair do sedentarismo.

Comecei a fazer atividade física aqui, no Beach Tennis, e estou gostando muito! O grande diferencial do esporte é o fato de estar em contato com a natureza, de não ficar em ambiente fechado e, principalmente, poder sentir a boa energia de estar com os pés na areia.

Assim como Letícia, Gisele também tem o costume de jogar com o filho Pedro, de 11 anos, o que ressalta o espírito democrático do BT. Para o associado Luciano Komeroski, o Luke, o esporte é bem familiar:

O bacana do esporte é que o pessoal vem com as famílias jogar. É um esporte integrativo, com muita diversão.

E os encontros vão além das quadras de areia e seguem para a churrasqueira do quiosque do tênis.

Costumamos nos encontrarmos depois dos jogos, geralmente nos reunimos para tomar chimarrão no quiosque ou brindar com um chope no bar do tênis – destaca Letícia.

E é neste clima praiano, com música, descontração, amigos e família, que o Beach Tennis garantiu o seu lugar no GNU. Ficou curioso em saber mais detalhes sobre o Beach Tennis? Então dê uma passadinha nas sedes Alto Petrópolis e Ilha do Pavão. A galera da praia se reúne quase que diariamente nos finais de tarde e durante todo o dia aos finais de semana.

 

Aprenda os primeiro passos para jogar beach tennis

 

Melhorias nas quadras da sede Alto Petrópolis

Atento às considerações dos associados praticantes do Beach Tennis, o Grêmio Náutico União adquiriu uma peneira elétrica monofásica, para peneirar a areia das quadras. O Clube também instalou redes de proteção para evitar a saída das bolas para longe das quadras.

 

Escola de Beach Tennis

A Escola de Beach Tennis do GNU conta com a assessoria do Clube Praia, uma escola carioca liderada pelo campeão mundial da modalidade em 2013, Gui Prata. Os professores do Clube receberam treinamento inicial e passarão por atualizações periódicas, garantindo excelência para as aulas. Mais informações: (51) 3025.3878 ou dpto.tenis@gnu.com.br.

 

> Conheça os dias e horários de nossa Escola de Beach Tennis

Veja as demais matérias da edição Janeiro/Fevereiro/Março 2017 da Revista GNU