Instagram Youtube Flickr

Nova geração do remo e do vôlei brasileiro compete no GNU

O Grêmio Náutico União (GNU) recebeu em novembro duas competições inéditas que reuniram a nova geração do remo e do vôlei do Brasil, movimentando as sedes Ilha do Pavão e Moinhos de Vento: o Campeonato Brasileiro Interclubes, que inovou ao promover uma competição entre equipes de vôlei oriundas de clubes e reforçou o estímulo aos jovens remadores do país.

 

Jovens remadas

As águas do Guaíba viram deslizar barcos de 22 clubes, 21 brasileiros e um chileno, totalizando cerca de 220 atletas. Anfitriã, a equipe do GNU foi a que mais vitórias conquistou na competição, somando oito medalhas, seis de ouro e duas de bronze.

As seis vitórias unionistas passaram pelas braçadas da jovem Vitória Larissa Villas Boas, 16 anos, uma promessa da nova geração que se destacou na competição. “Pratico remo há quatro anos, descobri o esporte porque meu primo fazia, daí meu irmão começou a fazer e incomodei meu pai até me trazer. Ano que vem já vou pra categoria Júnior A”, conta. Em cinco das conquistas, Vitória teve a companhia de Joanna D’Arc Dias, que descobriu o esporte há menos tempo, mas é categórica: “Foi uma das melhores coisas que aconteceu na minha vida”.

O Campeonato Brasileiro Interclubes – Jovens Talentos foi organizado pelo GNU em parceria/ apoio do Comitê Brasileiro de Clubes ( CBC), em conjunto com a Confederação Brasileira de Remo ( CBR). A partir de 2018 serão duas etapas ao ano. A competição, já oficializada no calendário nacional, passa a ser também homologada pela Federação Internacional ( FISA). A competição faz parte do Edital nº 07/2017 do CBC, desenvolvido pelo GNU em parceria com a CBR.

 

Set point

Na semana seguinte à competição de remo, as atenções do vôlei brasileiro se voltaram para a sede Moinhos de Vento. O ginásio poliesportivo recebeu as partidas do Campeonato Brasileiro Interclubes Sub-19 Masculino de Vôlei, com participação de 11 equipes de todo o país e presença de bom público.

Entre os participantes estiveram atletas da Seleção Brasileira que disputaram neste ano o Campeonato Mundial da categoria sub-19, como os mineiros João Franck, André Saliba e Erick Hercio. Na equipe da casa, que terminou a competição na 9ª posição, um dos destaques foi Henrique Menalda, convocado em diversas ocasiões para representar a Seleção Gaúcha nas competições nacionais.

Uma final mineira marcou o término do campeonato. Sada Cruzeiro e Minas Tênis Clube se enfrentaram em busca do título, que ficou com os primeiros após uma vitória por 3 sets a 1. O terceiro lugar ficou com os cariocas do Botafogo de Futebol e Regatas.

O Campeonato Brasileiro Interclubes Sub-19 Mas- culino de Vôlei foi organizado pelo GNU, em parceria/ apoio do CBC, em conjunto com a Confederação Brasi- leira de Vôlei (CBV) e Federação Gaúcha de Vôlei ( FGV).

 

O Campeonato Brasileiro Interclubes

Idealizado em sua política de formação de atletas, o Campeonato Brasileiro Interclubes foi resultado de uma Chamada Pública cujo objeto estipula investi- mento em competições. Ao todo, 39 dos clubes inte- grados ao CBC serão anfitriões de eventos do gênero, realizando 248 competições, atingindo centenas de clubes e cerca de 90 mil beneficiários até 2020.

 

Veja outros destaques desta edição:

Willian Giaretton e Xavier Maggi entram para a história do remo brasileiro com a conquista de  medalha no Campeonato Mundial
Estudo inédito revela aspectos sócio-ambientais da sede náutica na Ilha do Pavão
> Revista GNU apresenta dicas para cuidar da alimentação das crianças nas férias escolares

> Confira as edições anteriores