Instagram Youtube Flickr

Pai e filho competem juntos em torneio nacional de esgrima em cadeira de rodas

A segunda edição da Copa Brasil de Esgrima em Cadeira de Rodas, realizada de 21 a 24 de junho, em São Paulo (SP) proporcionou um encontro especial. Nas eliminatórias de Sabre Masculino categoria A, Fabio Damasceno teve como adversário o filho Kevin, de 14 anos. Essa foi a primeira vez que pai e filho competiram juntos num torneio do calendário nacional.

Experiente, com uma participação nos Jogos Paralímpicos, e mesmo tendo sido o vencedor, o paratleta Fabio sai de cena e dá lugar ao pai na hora de falar de Kevin.

A sensação é inexplicável, porque dá pra ver que ele tem futuro e fará muito mais do que já fiz no esporte – destaca Fabio.

Dentro da pista, Fábio venceu por 15 a 10 e se classificou para a grande final e acabou sendo vice-campeão. “Deu trabalho, está jogando muito bem”, resumiu o pai e adversário ao fim da disputa.

Fabio tornou-se cadeirante quando jovem, após um incidente. Já Kevin nasceu com mielomeningocele e tem problemas de locomoção. Desde pequeno, o filho acompanha o pai nos treinamentos e, agora, ambos treinam juntos na Sala D’Armas do Grêmio Náutico União (GNU).

 

Convênio CBC

O GNU em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) investe na formação de seus atletas através de recursos descentralizados da nova Lei Pelé.

CBC_Selo_Formacao_Atletas-1

 

Foto: Divulgação



Tags