Instagram Youtube Flickr

Jogos Olímpicos e Paralímpicos

ATLETAS

Site - Atletas - André Pereira - Imagem menor

André Pereira

Natação

André Pereira

Site - Atletas - André Pereira - Imagem maior

André Pereira começou a nadar aos nove anos. O que era apenas um hobby, entretanto, mudou de patamar com o desempenho do jovem osoriense na escola Peixinho Azul, em sua cidade natal. Aos 13 anos, o atleta veio para o GNU – em seu primeiro ano de treinamento na capital, André percorria mais de cem quilômetros diariamente, visto que permaneceu morando em Osório. O esforço, porém, foi recompensado. Atualmente, aos 22 anos, ele participará do seu primeiro Jogos Olímpicos, no quarteto brasileiro que disputará o revezamento 4x200m.

Nascimento 07/12/1993 Cidade natal Osório (RS) Prova na Rio 2016 Revezamento 4x200 metros livre

Principais conquistas

Bronze nos 200m Livre do Troféu Maria Lenk 2015

Prata nos 200m Livre do Troféu José Finkel 2013

Campeão Brasileiro Júnior nos 100m Livre, em 2012

Quarto lugar no Mundial Júnior, no revezamento 4x100m Livre, em 2011

Vice-campeão nos 100m Livre do Multinations 2011

Site - Atletas - Fábio Damasceno - Imagem menor

Fábio Damasceno

Esgrima em cadeira de rodas

Fábio Damasceno

Site - Atletas - Fábio Damasceno - Imagem maior

Fábio, 34 anos, sofreu uma lesão medular após ser baleado em 2002. O esgrimista, natural de Governador Valadares (MG), participará pela primeira vez dos Jogos Paralímpicos, vaga obtida após conquistar o título no Campeonato Regional das Américas. A confiança do Comitê Paralímpico Brasileiro foi adquirida através do êxito em competições de âmbito nacional e de participações anteriores na Seleção Brasileira, em 2010 e 2012.

Nascimento 11/03/1983 Cidade natal Governador Valadares (MG) Prova na Rio 2016 Florete e Espada categoria A

Principais conquistas

Terceiro lugar na Copa Brasil – Espada A e Florete A 2016

Campeão regional das américas – Espada A e B 2016

Campeão Copa Brasil – Florete A 2015

Campeão brasileiro Espada A 2009 e 2010

Campeão da Copa do Brasil 2009, 2010 e 2011

Terceiro lugar no Campeonato Brasileiro Espada A 2013

Site - Atletas - Graciele Herrmann - Imagem menor

Graciele Herrmann

Natação

Graciele Herrmann

Site - Atletas - Graciele Herrmann - Imagem maior

A atleta que começou a praticar natação aos 14 anos para aprender a superar as brincadeiras dos familiares faz parte hoje do seleto grupo de atletas brasileiros que já se classificaram para duas edições dos Jogos Olímpicos. No GNU desde os 16 anos, Graciele Herrmann, 24, já foi campeã em disputas internacionais, nacionais e estaduais, além de ter quebrado diversos recordes. O credenciamento para a prova de 50 metros livre da Rio 2016 veio na seletiva olímpica disputada em dezembro de 2015, quando alcançou a marca de 24s92.

Nascimento 01/01/1992 Cidade natal Pelotas (RS) Prova na Rio 2016 50 metros Livre

Principais conquistas

Bronze no Troféu Maria Lenk de 2016
Prata no Torneio Open de 2015
Bronze no Campeonato Brasileiro de 2015
Prata nos Jogos Pan-Americanos de 2015, no Canadá
Ouro e prata no Troféu Maria Lenk 2014
Dois ouros e uma prata nos Jogos Sul-Americanos de 2014, no Chile
Ouro no Torneio Open de 2013
Ouro e prata no Troféu José Finkel 2013
Três bronzes e um ouro em etapa da Copa do Mundo em 2013, em Cingapura
Participação no Mundial de Esportes Aquáticos de 2013, na Espanha
Participação nos Jogos Olímpicos de 2012, na Inglaterra
Ouro no Campeonato Brasileiro de 2012
Prata no Campeonato Sul-Americano de 2012
Bronze no Torneio Open de 2012
Ouro e prata no Troféu José Finkel 2012
Duas pratas nos Jogos Pan-Americanos de 2011, no México

Guilherme-Toldo

Guilherme Toldo

Esgrima

Guilherme Toldo

Guilherme-Toldo-foto

Foi num Projeto Verão que o então menino Guilherme Toldo conheceu a esgrima. Assim como muitas crianças cujas famílias são associadas do Clube, o atleta pode experimentar diversos esportes, mas encontrou sua paixão na esgrima. Hoje, Guilherme respira esgrima 24 horas por dia e disputará sua segunda edição dos Jogos Olímpicos. Na Rio 2016, competirá no Florete Individual Masculino e no Florete Masculino por Equipe. O objetivo? “Trazer uma medalha para o Brasil”, afirma.

Nascimento 01/09/1992 Cidade natal Porto Alegre (RS) Prova na Rio 2016 Florete individual e por equipe

Principais conquistas

Prata nos Jogos Pan-Americanos de 2015, no Canadá
Campeão Brasileiro Sênior em 2013 e 2015
Ouro nos Jogos Sul-Americanos de 2014
Campeão Pré-Olímpico das Américas, em 2012
Prata nos Jogos Sul-Americanos de 2012
Dois bronzes nos Jogos Pan-Americanos de 2011, no México

Site - Atletas - Jovane Guissone - Imagem menor

Jovane Guissone

Esgrima em cadeira de rodas

Jovane Guissone

Site - Atletas - Jovane Guissone - Imagem maior

Um tiro após um assalto transformou a vida do então vigilante Jovane Guissone. O jovem que cresceu no interior entrou em depressão e encontrou na esgrima a recuperação. Dali para frente, Jovane viu sua vida se transformar por completo. Foi pegando ônibus e trem diariamente que o cadeirante chegou ao lugar mais alto do pódio nos Jogos Paralímpicos de 2012, em Londres. Agora, se prepara para competir na Rio 2016, depois de conquistar a vaga através do ranking mundial da arma Espada, categoria B.

Nascimento 11/03/1983 Cidade natal Barros Cassal (RS) Prova na Rio 2016 Florete e Espada categoria B

Principais conquistas

Campeão nos Jogos Paralímpicos de 2012, na Inglaterra (Espada B)
Prata na Copa do Mundo de Eger, na Hungria, em 2016 (Espada B)
Prata na Copa do Mundo de Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos, em 2015 (Espada B)
Campeão brasileiro em 2015 (Espada A, Florete A, B e por equipe)
Vice-campeão da Copa do Mundo de Varsóvia, na Polônia, em 2015 (Espada B)
Campeão da Copa do Mundo de Malchow, na Alemanha, em 2014 (Espada B)

Site - Atletas - Mônica Santos - Imagem menor

Mônica Santos

Esgrima em cadeira de rodas

Mônica Santos

Site - Atletas - Mônica Santos - Imagem maior

Com 20 anos e grávida, Mônica foi diagnostica com hemangioma muscular, doença rara que poderia deixá-la sem o movimento das pernas. A solução era interromper a gravidez e realizar uma cirurgia. Ela, entretanto, escolheu pela filha Paola e encontrou na maternidade a força para superar a difícil adaptação na cadeira de rodas. E foi como cadeirante que, incentivada pelo amigo Jovane Guissone, ela conheceu a esgrima. Desde 2012 a atleta integra a Seleção Brasileira, tendo sido a primeira brasileira a conquistar uma medalha internacional para a esgrima. No Rio de Janeiro, Monica estreará nos Jogos Paralímpicos.

Nascimento 22/03/1983 Cidade natal Stº Antônio da Patrulha (RS) Prova na Rio 2016 Florete A

Principais conquistas

Campeã da Copa Brasil – Florete A, Espada A e Espada por Equipe 2016

Campeã regional das américas – Florete A 2016

Campeã da Copa Brasil – Espada A e B e Florete B 2015

Campeã regional das américas – Florete A 2015

Campeã brasileira Florete A e por Equipe 2015

Campeã brasileira – Florete A, Espada A e por Equipe 2014

Campeã II Copa Brasil – Florete A 2014

Campeã da I e II Copa Brasil – Florete A 2013

Campeã brasileira – Florete A 2012

Campeã brasileira – Florete A 2012

Willian-Giaretton

Willian Giaretton

Remo

Willian Giaretton

Willian-Giaretton-foto

Willian Giaretton (Magrão, como é conhecido entre amigos e familiares) começou a remar em 2005, no Clube de Regatas Guaíba de Porto Alegre (GPA). Prosseguiu sua carreira no Flamengo (RJ), de onde veio para o GNU, em 2015, e onde conquistou a sonhada vaga para seu primeiro Jogos Olímpicos. Na Rio 2016, disputará a prova Double Skiff Peso-Leve, ao lado do companheiro de Clube, Xavier Maggi.

Nascimento 26/09/1990 Cidade natal Ponte Serrada (SC) Prova na Rio 2016 Double Skiff Peso-leve

Principais conquistas

Campeão no Double Skiff Peso-Leve na Regata Continental de Qualificação Olímpica de 2016
Campeão no Double Skiff Peso-Leve no Campeonato Sul-Americano de 2016
Campeão no Dois Sem Peso Leve no Campeonato Sul-Americano de 2016
Prata no Quatro Sem Peso Leve no Campeonato Sul-Americano de 2016

Xavier-Maggi

Xavier Maggi

Remo

Xavier Maggi

Xavier-Maggi-foto

Espanhol filho de pai brasileiro e mãe espanhola, Xavier Maggi tem dupla cidadania. No remo, optou pela brasileira e são as cores do Brasil que representará nos Jogos Olímpicos de 2016. Xavi, como é conhecido entre os amigos, treina no GNU desde 2015, depois de remar pela equipe espanhola de Tortosa, e competirá  no Rio de Janeiro no Double Skiff Peso-Leve, ao lado do companheiro de Clube, Willian Giaretton.

Nascimento 07/08/1989 Cidade natal Tortosa (Espanha) Prova na Rio 2016 Double Skiff Peso-leve

Principais conquistas

Campeão Double Skiff Peso-Leve na Regata Continental de Qualificação Olímpica de 2016
Campeão Double Skiff Peso-Leve no Campeonato Sul-Americano de 2016
Campeão Dois Sem Peso Leve no Campeonato Sul-Americano de 2016
Prata no Quatro Sem Peso Leve no Campeonato Sul-Americano de 2016
Bronze no Dois Sem Peso Leve na Etapa de Lucena da Copa do Mundo 2013 (pela Seleção da Espanha)

Jogos Paralimpicos - Vanderson Chaves - Imagem menor

Vanderson Chaves

Esgrima em cadeira de rodas

Vanderson Chaves

Jogos Paralimpicos - Vanderson Chaves - Imagem maior

O porto-alegrense conheceu a esgrima aos 17 anos, quatro anos após um acidente doméstico o tornar cadeirante. Com 22 anos, Vanderson é o mais novo integrante da Seleção Brasileira de Esgrima em Cadeira de Rodas, e  foi convocado após o remanejo das vagas anteriormente direcionadas para a equipe russa, que foi banida devido a questões de doping. A escolha de Vanderson, da equipe GNU/Asasepode, foi feito pelo Comitê Paralímpico Brasileiro ( CPB) após o desempenho do gaúcho no Regional das Américas, última seletiva para os Jogos Paralímpicos de 2016. Na competição, Vanderson conquistou dois bronzes ( Espada e Florete B).

Nascimento 21/07/1994 Cidade natal Porto Alegre (RS) Prova na Rio 2016 Florete categoria B

Principais conquistas

• Bronze Florete e Espada categoria B, Regional das Américas, São Paulo, 2016

• Duas pratas ( Espada equipe e Sabre B) e um bronze ( Florete B)  I Copa Brasil, São Paulo, 2016

• Duas pratas ( Florete B e por equipe) e Bronze ( Espada B) Campeonato Brasileiro de Esgrima em Cadeira de Rodas, São Paulo, 2015

• 3º lugar Espada categoria B Copa do Mundo sub 23 de Varsóvia na Polônia 2013

• 2º lugar Florete categoria B 1ª Copa Brasil , 2012

• 2º lugar Florete categoria B na 1ª Copa Brasil, 2013

• 2º lugar Florete categoria B Campeonato Brasileiro, 2013.