Instagram Youtube Flickr

Jogos Paralímpicos: esgrimistas encerram participação

Os esgrimistas em cadeira de rodas da equipe GNU/Asasepode encerraram nesta sexta-feira (16) sua participação nos Jogos Paralímpicos, que ocorrem no Rio de Janeiro. Maioria na Seleção Brasileira da modalidade, com cinco atletas, o time ainda teve no comando o técnico unionista Eduardo Nunes.

Durante os quatro dias de disputas da esgrima em cadeira de rodas, Fábio Damasceno, Jovane Guissone, Mônica Santos e Vanderson Chaves competiram nas provas individuais e por equipes do florete e da espada, categorias A e B. Guissone foi o brasileiro que chegou mais longe, alcançando as quartas de final da Espada – Categoria B.

 

As disputas na sexta-feira

No último dia de competições, quatro unionistas jogaram nas  provas de florete por equipe feminino e masculino, na Arena Carioca 3. Guissone e Damasceno eram dois dos três integrantes do time masculino e Mônica Santos e Suelen Rodolpho competiram no time feminino. Ambos caíram na primeira fase, sendo derrotados na disputa pelo 5º lugar.

No masculino, Guissone venceu um dos confrontos na disputa contra a França. Já no feminino, chama a atenção o desempenho de Mônica Santos que no jogo contra Itália fez 11 dos 15 toques do Brasil.

 

Resultados:

Florete masculino

Brasil 9 x 45 China

Brasil 16 x 46 França

Brasil 14 x 45 Itália ( disputa 5º lugar)

Florete Feminino

Brasil 12 x 45 Hong Kong

Brasil 45 x 15 Itália

Brasil 27x 45 Bielorússia  ( disputa 5º lugar)

 

> Veja como foi o desempenho dos atletas da equipe GNU/Asasepode na Espada Masculina e Feminina por equipes

Veja como foi o desempenho de Jovane Guissone, Mônica Santos e Vanderson Chaves no Florete Individual

> Veja como foi o desempenho de Jovane Guissone e Fábio Damasceno na Espada Masculina Individual

Conheça os atletas da equipe GNU/Asasepode

 

Foto: Alaor Filho/MPIX/CPB



Aplicativo GNU

Skip to content