Instagram Youtube Flickr

Confraria União Off Road festeja 15 anos “on the road”

O gosto comum de um grupo de unionistas por descobrir trilhas al­ternativas em passeios de carro fez surgir, em 2003, a Confraria União Off Road. Agora, após 15 anos de experiências e encontros, os parti­cipantes decidiram comemorar em grande estilo, com uma variada pro­gramação nos meses de setembro e outubro. Entre as atividades pro­gramadas está um jantar dançante, a ser realizado no dia 19 de outubro, no Depósito 1 da sede Alto Petrópo­lis, ao som de Beatles, com a banda Lado B. Os ingressos estão à venda nas secretarias do Clube.

O evento é a terceira etapa da agenda festiva, que contou, ain­da, com uma ampla exposição de fotos dos passeios feitos ao lon­go da trajetória da Confraria. As imagens, que retratavam alguns dos grandes momentos vivencia­dos pelos amigos, puderam ser conferidas entre os dias 4 e 18 de setembro, na Galeria de Artes da sede Alto Petrópolis.

No embalo de comemoração, os confrades encontraram tempo para uma viagem de 350 quilôme­tros essencialmente fora do asfal­to, entre os dias 7 e 9 de setem­bro. O roteiro, com saída de Porto Alegre, passou pelos municípios de Teutônia, Arvorezinha e Anta Gorda, com direito a visita ao Mu­seu do Pão, até a chegada ao desti­no, na Pousada dos Capuchinhos, em Vila Flores, na serra gaúcha.

O propósito principal sempre foi promover a integração do gru­po e desfrutar os prazeres da es­trada. Por isso, os passeios são pla­nejados para momentos em que o maior número de pessoas possa participar. “Costumávamos viajar com maior frequência. Mas, por conta das rotinas pessoais e pro­fissionais, surgem menos oportu­nidades. Neste encontro, foram 22 carros e 50 pessoas”, conta Frederico Seyboth, coordenador do União Off Road e integrante do grupo desde 2007.

Segundo ele, o perfil dos passeios é familiar, com trilhas leves, porém com emoção e aventura. “Nossos in­tegrantes têm idades que variam dos 30 aos 70 anos, aproximadamente. Nesse clima, com casais a bordo das viagens e um sentido de coletivida­de, procuramos desfrutar do que há de melhor na natureza e no convívio com amigos”, acrescenta.

Exemplo dessa boa convivência aconteceu no mês de agosto, em um jantar de confraternização da Confraria. Durante o encontro, o grupo assistiu palestra de Henri­que Franke, o 19º brasileiro e mais jovem gaúcho a alcançar o topo do monte Everest, em maio de 2018. A montanha é a mais alta do mun­do, com 8.848 metros de altitude, situada na cordilheira do Himalaia, na fronteira do Nepal com o Tibet. “Foi uma experiência rica e impac­tante”, descreve Seyboth sobre a palestra de Franke, que tem no cartel, ainda, as escaladas aos mon­tes Aconcágua (6.962m) e Adol­fo Calle (4.200m), na Argentina, Huayna Potosí (6.088m) e Sajama (6.542m), ambos na Bolívia.

Já na bagagem da Confraria, estão passeios por Florianópo­lis e Serra do Rio do Rastro, em Santa Catarina, Punta Del Este, no Uruguai, e um roteiro gaúcho passando por Tenente Portela, Salto do Yucumã, em Derrubadas, na fronteira com a Argentina, Iraí e Ametista do Sul, entre outros. “Embora nossos caminhos não se­jam tão pesados, sempre fazemos uma preleção antes da partida, para orientar todos os participan­tes sobre as regras de segurança”, destaca Frederico Seyboth.

Um novo passeio está sendo or­ganizado para o feriado de novem­bro, quando a confraria parte rumo à Rota do Mar: Santa Catarina. “Valorizamos o bom entrosamento e a descontração. Isso nos mantém unidos e determinados a seguir buscando novas trilhas”, completa o coordenador do União Off Road.