Instagram Youtube Flickr

Judocas Unionistas disputam vagas na Seleção Brasileira

Nos dias 12 e 13 de dezembro a Confederação Brasileira de Judô realizou seletiva dos atletas que integrarão a seleção nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. As disputas, realizadas na Centro Pan-Americano de Judô no estado da Bahia, contaram com três judocas unionistas.

Os judocas participantes da competição foram Airton Silva, na categoria leve masculino (-66kg); Bruna da Silva, na categoria médio feminino (-70kg); e Nathália Parisoto, na categoria meio pesado feminino (-78kg).

Airton foi o atleta do GNU que obteve melhor desempenho. Competindo dia 12, em sua primeira luta perdeu para William Lima (Pinheiros); na segunda luta, venceu João Santos (Minas Tênis Clube). Na repescagem, venceu o atleta Kainan Pires (Pinheiros) e garantiu vaga na fase final. Nessa etapa perdeu para Michael Marcelino (Sesi-SP) e ficou fora da final. O atleta do Sesi-SP foi o campeão da categoria e garantiu vaga na seleção. Em sua última luta, Airton venceu Wander Santos (Minas Tênis Clube).

A judoca Nathália Parisoto lesionou-se na primeira luta, o que causou a derrota e eliminação na fase inicial. A atleta Bruna Silva também realizou duas lutas. Na primeira, foi derrotada por Camila Ponce (Judô Aliança), e na segunda perdeu para Gabriela Fontes (Sesi-SP), o que culminou na seu eliminação.

 

Convênio

O GNU em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) investe na formação de seus atletas através de recursos descentralizados da nova Lei Pelé.

 



Tags

Skip to content