Instagram Youtube Flickr

GNU consolida hegemonia no circuito estadual de judô

O Judô do Grêmio Náutico União amplia a hegemonia a nível estadual após vencer a Copa do Feliciano, no último domingo (23), na sétima copa do Circuito Estadual realizado em 2019. A equipe unionista venceu a competição, que reúnem todas as categorias, do Mirim (sub-11) ao sênior. Inclusive na categoria sênior, o GNU foi também a equipe campeã.

“Estamos colhendo os frutos, montamos um planejamento estruturado e hoje estamos vivenciando no tatame esse crescimento de forma explosiva”, comemora o sensei Rafael Garcia.

Além do título como equipe, os unionistas também comemoram a classificação de sete atletas para o brasileiro sub-15, já que a seletiva ocorreu na Copa Dom Feliciano. O GNU foi o clube que mais classificou atletas para a disputa nacional. Os unionistas que estarão na competição, que ocorre de 2 a 4 de agosto, no Rio de Janeiro são: Maria Antônia Argemi (40kg), Celina Maier (53kg), Yago Pereira (40kg), Claiton Faria (44kg), Ryan Oliveira (53kg), Leonan Arbusti (64kg), e Vitor da Silva (+73kg).

Na Copa Dom Feliciano, a equipe formada por conquistou vinte e duas medalhas, sendo oito ouros, quatro pratas e dez bronzes. Confira os medalhistas:

Maiara Fagundes  – 1º lugar Meio Pesado
Bruna Vaz – 1º lugar Pesado
Ana Luisa Dias – 1º lugar Meio Leve
Felipe Gusmão – 1º lugar Super Ligeiro
Luis Heck – 1º lugar Meio Pesado
Hiago Pirolo – 1º lugar Meio Leve
Natália Martins – 1º lugar Ligeiro
Bruna Ribeiro – 1 lugar Super Ligeiro
Letícia Gomes – 2º lugar Ligeiro
Filipe Machado – 2º lugar Leve
Ryan Ortiz – 2º lugar Ligeiro
Evandro Rosa – 2º lugar Meio Leve
Camila Zeferino – 3º lugar Médio
Eduarda Krug – 3º lugar Meio Leve
Marcella Mello – 3º lugar Pesado
Henrique Gusmão – 3º lugar Ligeiro
Luis Francisco Dias – 3º lugar Ligeiro
Wellington Safons – 3º lugar Ligeiro
Airton Antunes – 3º lugar Meio Leve
Carlos Donato – 3º lugar Meio Leve
Marcio Conceição – 3º lugar Meio Médio
Vinicius Carvalho – 3º lugar Pesado

 

Convênios 

O GNU em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) investe na formação de seus atletas através de recursos descentralizados da nova Lei Pelé.

Foto: Anna Magagnin/GNU



Skip to content