Instagram Youtube Flickr

Toquio 2020: Maria Carolina Santiago confirmada nos Jogos paralímpicos

O time GNU em Tóquio 2020 começa a se formar. A nadadora do Grêmio Náutico União Maria Carolina Sant6iago já está classificada para os Jogos Paralímpicos. A pernambucana teve sua classificação confirmada na última sexta (25) quando o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) divulgou os critérios de classificação. Por ter sido medalhista de ouro no último mundial, a paratleta já está garantida na principal competição do planeta.

“Fiquei muito feliz com essa classificação, a gente vem treinando muito forte desde novembro do ano já com foco em Tóquio. Temos uma caminhada cuja metade é até o momento de saber que você está nos Jogos Paralímpicos e, felizmente, conquistamos e cumprimos essa etapa, então a partir de agora o foco é total, a responsabilidade aumentou de uma forma que me motivou ainda mais pra vir treinar e para cada braçada ser melhor que a anterior”, resumiu a primeiro unionista a confirmar sua classificação.

Atual campeã mundial, Maria Carolina, que nada pela categoria S12, conquistou o ouro nos 50m e 100m, prata nos 100m Costas e no Revezamento 4x100m Livre 49 pontos no último Mundial Paralímpico, realizado de 9 a 15 de setembro em Londres.

Maria Carolina Santiago

Natural de Recipe (PE), Maria Carolina nasceu portadora da síndrome de Morning Glory, condição que retirou a visão periférica no olho direito e a faz enxergar somente vultos no esquerdo. Ainda assim, ignorou a capacidade reduzida na visão e encontrou na natação uma válvula de escape. Aos 17 anos, porém, foi forçada a parar por conta de um acúmulo de água na retina, lhe tirando por completo a visão por cerca de oito meses. Após a regressão do problema, mesmo sem qualquer tipo de contraindicação, Carol – como gosta de ser chamada –  não retornou às piscinas. Esse reencontro só aconteceu quase uma década depois e, logo após voltar a nadar, conheceu a maratona aquática. O desporto paralímpico surgiu na vida dela em 2018, após um técnico tê-la apresentada ao Grêmio Náutico União, do Rio Grande do Sul, por intermédio de um amigo. De cara, ela chamou atenção pelos tempos dentro d’água. De lá pra cá, a rotina da pernambucana se transformou, com moradia no Centro de Treinamento Paralímpico, programação de atleta de alto rendimento e presença em pódios nacionais e internacionais.

Atualmente, os 34 anos, a unionista é detentora de dois títulos mundiais, é recordista parapan-americana nos 100m Costas, 50m e 100m Livre. Nos 100m peito, foi vezes recordista mundial, marca alcançada no Open, em abril de 2019.

 

Convênio

O GNU em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) investe na formação de seus atletas através de recursos descentralizados da Lei 13.756/18.

Apoiadores

Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), Secretaria Especial do Esporte – Lei de Incentivo ao Esporte, Banrisul – Banco do Estado do Rio Grande do Sul, Sulgás – Companhia de Gás do Rio Grande do Sul, Colégio Mesquita, Dias da Silva Advocacia, Decathlon e Swimmers são apoiadores do Departamento de Natação do Grêmio Náutico União. Para integrar o time de parceiros de um dos maiores clubes esportivos, interessados podem realizar parcerias diretas ou através da Lei de Incentivo ao Esporte. Para mais informações contate nosso setor de negócios, através do email negocios@gnu.com.br

Foto: João Mattos/GNU



Skip to content