Instagram Youtube Flickr

Semana movimentada em busca da vaga olímpica

Faltando pouco menos de 170 dias para o início dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, os unionistas seguem treinando forte e competindo mais forte ainda em busca de uma vaga na delegação brasileira que irá à terra do sol nascente. Nesse fim de semana, foram seis unionistas competindo fora do país em busca de melhorar suas classificações em rankings ou alinhar ainda mais as apresentações em grupo para as seletivas olímpicas.

Na esgrima, Guilherme Toldo segue mantendo o bom desempenho que deve levá-lo a Tóquio. No Grand Prix de Florete da modalidade, disputado em Turim, na Itália, o unionista, único brasileiro a vencer no mata-mata, foi eliminado para o francês Julie Martine (12º melhor do mundo) por 15 a 14 na fase de 32. Com a derrota, Toldo caiu da 25ª para a 26ª colocação no ranking mundial do florete. Ainda assim, segue sendo o esgrimista sul-americano mais bem colocado no ranking.

O também unionista Pedro Marostega (227º) fez companhia a Toldo na mesma competição e surpreendeu, chegando à fase de 64 após vencer 5 de 7 jogos. Nesta fase, porém, foi derrotado pelo ucraniano Rostyslav Hertsyk (88º) por 15 a 10.

No feminino, Ana Toldo (134º) e Mariana Pistoia (98º), que “correm por fora” na busca pela vaga olímpica, ficaram ainda na fase de poules – grupos pré-classificatórios.

Já na ginástica rítmica, o conjunto brasileiro, que conta com as unionistas Vitória Guerra (titular) e Andressa Jardim (reserva), conquistou a maior nota do ciclo olímpico de Tóquio no Grand Prix de Moscou, na Rússia. Na série de cinco bolas, o conjunto – que não contou com nenhuma unionista na equipe titular – conquistou a nota 26,400, maior do atual ciclo. Na prova mista de três arcos e dois pares de maças, com a unionista Vitória Guerra na equipe titular, o conjunto alcançou a nota 26,150.

Com a soma de 52,500, o conjunto finalizou o Grand Prix de Moscou na quinta colocação. Donas da casa, as russas venceram ao somar 64,250. Já nessa segunda-feira (10) a delegação brasileira embarcou para Tel Aviv, em Israel, onde fará um estágio de treinamento até o dia 21 deste mês. A preparação visa o Pan-Americano Pré-Olímpico, que será disputado em maio, nos Estados Unidos, e definirá a vaga olímpica.

Por falar em treinamento, Maria Carolina Santiago e Ruiter Gonçalves, atletas da natação paralímpica unionista, estão em Belo Horizonte realizando treinamento oferecido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Os treinos visam melhorar a preparação dos atletas para a seletiva dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, que ocorre em março no Open internacional de São Paulo. Maria carolina já possui vaga assegurada por conta das medalhas de ouro no mundial de Londres, no ano passado, e agora busca o índice necessário para outras provas; já Ruiter precisa confirmar o tempo para carimbar o passaporte.

 

Convênio
O GNU em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) investe na formação de seus atletas através de recursos descentralizados da Lei 13.756/18.



Skip to content