Instagram Youtube Flickr

Atletas do Clube integram Missão Europeia do COB

Os unionistas Viviane Jungblut (Natação), Vitória Guerra (Ginástica Rítmica) e Luis Porto (Ginástica Artística) além do treinador Christiano Klaser (Natação), integram a seleta comitiva da Missão Europeia organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) que fará treinamento no exterior. Os unionistas receberam a convocação nesta semana. Vitória e Luis embarcam na próxima sexta (17) e Viviane e seu treinador em agosto.

Apesar de estarem treinando no Clube – o GNU mantem as portas abertas para treinamento de atletas – a Missão Europeia será uma oportunidade dos unionistas voltarem ao convívio da Seleção. A ginasta Vitória Guerra voltará a treinar com a equipe após quatro meses, o que é fundamental na preparação do grupo que busca conquistar a vaga da Seleção de Conjuntos na seletiva do Campeonato Panamericano – ainda sem data de realização confirmada. O reencontro também ocorrerá na Ginástica Artística, o que é uma motivação a mais para Luis Porto, que deverá ficar pelo menos um mês reunido com os colegas da Seleção. “Geralmente todos os meses tinham camping ou competição, então agora já faz muito tempo que a gente não se vê e treina junta, e é bom treinar em equipe porque a gente se ajuda bastante não só tecnicamente, porque um puxa o outro e é sempre bom conviver com os mais velhos, a cabeça deles ajuda muito”, destaca Luis. O ginasta explica também que apenas ele e outro colega estão treinando, todos os demais do grupo, de outros estados, ainda estão sem poder treinar em seus clubes. “Acredito que poderei também ajudá-los contando dos problemas e cuidados no retorno aos treinos, essa troca é sempre muito boa”, completa. Vitória e Luis treinarão em Sangalhos.

Já na natação, apesar de ser um esporte individual, o convívio também é considerado um fator importante. “Acho que vai ser uma ótima oportunidade, aqui estamos com toda a segurança no Clube e protocolos rígidos, mas mesmo assim ficamos com receio por toda a situação na cidade e no país e, claro, também será muito bom pela oportunidade estar convivendo com a seleção, acho que vai ser um astral muito bom em uma estrutura qualificada”, destacou a nadadora, que estava a uma prova da confirmação da vaga em Tóquio. Uma das principais esportistas do país, a gaúcha acredita que será uma oportunidade para focar de forma plena no treinamento, pela primeira vez desde o começo da pandemia, já que até mesmo o convívio com os colegas de seleção foi interrompido.

Os treinamentos ocorrerão no Complexo Desportivo de Rio Maior, equipamento público-privado situado a 75km de Lisboa, que receberá a maior parte da delegação, e em Sangalhos, nos casos da ginástica rítmica. O país foi escolhido por estar em estágio avançado de combate a pandemia e pelo bom relacionamento entre os Comitês brasileiro e português. No entanto, a missão ocorrerá sob um rígido protocolo de segurança. O protocolo inclui testagem 72 horas do embarque e testagem após chegar. Na chegada, deve-se ficar 48 horas no quarto e não é permitida a saída do complexo (onde está incluso alojamento e centro de treinamento) no período, no caso da natação, na qual a previsão é de vinte dias de treinamento em terras lusas.

A Missão Europeia do COB tem previsão de duração de julho a dezembro e outros atletas do Clube devem ser chamados nas próximas semanas. Apenas atletas da seleção e com chances de conquistar a vaga foram selecionados.

Convênio
O GNU em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) investe na formação de seus atletas através de recursos descentralizados da Lei 13.756/18.

Fotos: Anna Magagnin e João Mattos/GNU



Skip to content