Instagram Youtube Flickr

Conheça Vanderson chaves, unionista com vaga confirmada para Tóquio

“O esporte me ensinou a não desistir dos meus sonhos e sempre acreditar que eu sou capaz” é com essa garra que o esgrimista Vanderson Chaves conquistou vaga na sua segunda Paralímpiada. O gaúcho pratica esgrima paralímpica desde 2012 e conheceu o esporte com 17 anos, quando foi participar de uma entrevista para uma vaga na Prefeitura Municipal e ali conheceu o Maurício Stempniak, da Asasepode (Associação de Servidores da Área de Segurança Portadores de Deficiência ).

Vanderson conheceu o clube em 2012 também, através dos treinadores Alexandre Teixeira e Eduardo Nunes, que davam trabalho voluntário na Academia da Brigada, mas só em 2014 que Vanderson se tornou atleta do GNU oficialmente . “A esgrima foi uma coisa nova para mim, porque antes de eu ficar de cadeira de rodas, eu jogava bola e depois, o meu primeiro esporte como deficiente foi o tênis.”, conta Vanderson sobre sua experiência no esporte.

Entre as competições que ele já participou, a que mais marcou sua história para ele foi o regional das américas que aconteceu em São Paulo e era uma disputa que classificava os atletas para os Jogos Paralímpicos de 2016,e nessa competição, com o segundo lugar, Vanderson se classificou para sua primeira Paraolimpíada em 2016.

Com essa determinação e foco, ele conseguiu se classificar para a sua segunda Paralímpiada, que acontece este ano em Tóquio, “É uma sensação inexplicável, não tem como explicar é sonho de todo atleta participar de uma competição desse nível e conseguindo me classificar para a segunda, é a sensação de um sonho realizado, agora é focar e espero voltar com uma medalha para o Brasil”, comenta Vanderson. 

Dessa vez, por já ter a experiência da Paralimpíadas anterior, ele está mais focado e concentrado, com mais experiência. Estamos na torcida Vanderson! 

 

Foto: CBE/2019

 



Skip to content