Instagram Youtube Flickr

Após garantir vaga na maior competição do planeta, Viviane Jungblut retorna ao GNU

Motivo de orgulho para a nação unionista, Viviane Jungblut, estreante nas Olimpíadas, desembarcou em Porto Alegre na tarde desta segunda-feira (14) e foi recebida com homenagens na sede Moinhos de Vento do Grêmio Náutico União.

Respeitando todos os protocolos de higienização exigidos no momento atual, participaram da recepção: o presidente do GNU, Paulo Bing, representando a diretoria unionista, o gerente de esportes, Joel Prates, o coordenador de esportes, Alexandre Oliveira, e demais membros da área esportiva do Clube.

“Foi inexplicável! Foi uma enxurrada de emoções quando toquei na borda e vi o tempo no placar. Queria muito agradecer a todos que torceram e mandaram mensagens de incentivo e dizer que agora estamos nas Olimpíadas!”, vibrou Vivi.

Agora, o foco da nadadora está na maior competição do planeta. Até 23 de junho ela segue treinando no GNU, junto com o técnico Christiano Klaser, o Kiko, com auxílio de toda a estrutura do Clube e da equipe multidisciplinar.

Parabéns, Vivi, rumo à Tóquio!

 

Como foi a conquista da vaga

Na noite da última sexta-feira (11), a nadadora unionista completou a prova de 1500m Livre da Seletiva Olímpica Brasileira de Natação em 16m14s, marca que carimbou o seu passaporte rumo aos Jogos Olímpicos de Tóquio e, ainda, garantiu o recorde nacional.

Na Tomada de Tempo especial para atletas que tiveram Covid-19 na seletiva de abril, realizada no Parque Aquática Maria Lenk, no Rio de Janeiro, Vivi caiu na água com o desafio de alcançar a marca de 16m25s75 e ocupar a segunda vaga para os Jogos, mas ela foi além, superou o índice e o recorde brasileiro de 16m22s07.

 

Foto: João Mattos



Aplicativo GNU

Skip to content