Instagram Youtube Flickr

Atletas do GNU conquistam vaga olímpica, participação em mundial e medalha pan-americana no mesmo fim de semana

Entre os dias 11 e 13 de junho o GNU esteve envolvido em momentos importantes do esporte olímpico nacional por meio de seus atletas. Coincidentemente, o estado do Rio de Janeiro foi a sede das provas de Ginástica Rítmica, na Arena Carioca 1, Natação, no Parque Aquático Maria Lenk – ambos localizados no Parque Olímpico da Barra -, e Remo, na Lagoa Rodrigo de Freitas, que trouxeram medalhas e vagas aos atletas unionistas.

Na sexta-feira, 11, Viviane Jungblut, que finalizava sua preparação no Rio de Janeiro desde o dia 10 de maio, entrou na piscina por volta das 18h30 em busca da vaga na prova dos 1.500m livre nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Apenas Vivi e mais três nadadores brasileiros participaram da seletiva, pois foram impedidos de participarem da seletiva ocorrida em abril após testaram positivo para Covid-19. Assim, a nadadora gaúcha começou a prova já sabendo o tempo mínimo que precisava ser feito: 16:25.75.

O que ninguém esperava, é que Vivi nadasse os 1.500m de forma tão intensa. Mantendo um ritmo forte durante toda a prova e nadando abaixo do recorde brasileiro em todas as parciais, Viviane Jungblut completou os 1.500m em 16:14.00, mais de 8 segundos abaixo do recorde brasileiro da prova! Festa na piscina e vaga confirmada para os Jogos de Tóquio!

> Confira aqui como foi a chegada de Vivi no GNU.

No sábado, mais unionistas em destaque! Integrantes do Programa Remo4, da Confederação Brasileira de Remo, os atletas Daniel Lima e Sebastian Solari foram selecionados para integrar a guarnição do barco Quatro Sem Timoneiro que disputará o Mundial sub-23 da modalidade, em Racice, na República Tcheca. Junto com os unionistas estarão Robson Radmann e Facundo Mezquita. Os dois último e Sebastian integraram a guarnição que foi campeã no Sul-americano de remo, disputado em março deste ano. Daniel Lima junta-se a essa equipe entrosada em busca da medalha no mundial.

No início da noite de sábado foi a vez da ginasta Andressa Jardim brilhar no Pan-Americano de Ginástica. A gaúcha competiu no individual geral, disputando os 4 aparelhos da ginástica rítmica, nos quais somou 63.800 pontos. Com o resultado somado ao das ginastas Nathália Gáudio e Bárbara Domingues, o Brasil ficou com a medalha de ouro por equipes.

Mesmo sem uma unionista integrando o conjunto, no domingo o Brasil garantiu, ainda, a vaga olímpica no conjunto! Vale lembrar que a unionista Vitória Guerra é ginasta titular do conjunto brasileiro, mas esteve fora do Pan-Americano, pois estava em fase de recuperação da Covid-19. O conjunto que irá a Tóquio ainda será convocado pela Confederação Brasileira de Ginástica (CBG).

Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA



Aplicativo GNU

Skip to content