Instagram Youtube Flickr

Atletas paralímpicos são ovacionados em retorno a Porto Alegre

Foi intenso o dia dos unionistas que participaram dos Jogos Paralímpicos. Com a chegada prevista para às 8h40 desta quinta-feira (9) em Porto Alegre, a medalhista Maria Carolina Santiago foi recebida no saguão do aeroporto com aplausos do presidente do Grêmio Náutico União, Paulo Bing, diretores e colaboradores do clube. Assim que chegou, colocou no peito as cinco medalhas conquistadas em Tóquio e aguentou o peso do sucesso ao longo do dia.

Junto com Susana Schnarndorf, Ruiter Silva, Mônica Santos e Vanderson Chaves, partiu para o centro da capital gaúcha em um desfile nos caminhões de Bombeiros. Em frente ao Paço Municipal, os atletas foram recebidos pelo vice-prefeito Ricardo Gomes, que presenteou Carol com a chave da cidade, e pelo secretário municipal de esporte e lazer, Antônio Carlos Pereira.

“Queremos incentivar nossos atletas, crianças e jovens, para que histórias como a da Maria Carolina sirvam de exemplos, como sinal de que é possível vencer qualquer dificuldade para alcançar nossos sonhos, principalmente quando temos apoio”, disse Ricardo Gomes.

Nos jardins do Palácio Piratini, foram cumprimentados pelo governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e pelo secretário estadual de esporte e lazer, Danrlei de Deus.

“O esporte tem um efeito muito importante nas questões sociais. O impacto se vê na segurança, no estímulo para a juventude. E vocês são, sem dúvida alguma, um exemplo. Os paratletas têm um fator adicional de inspiração, pela superação dos desafios, daqueles que seriam seus próprios limites e que são superados. Vocês são uma inspiração e tornam isso um exemplo para mobilizar a nossa população. Por isso tudo, meu muito obrigado a vocês”, disse Eduardo Leite.

A manhã foi encerrada no Cais Embarcadero, com um almoço especial no Wills Bar. Enquanto isso, a sede Moinhos de Vento aguardava ansiosa para ovacionar os unionistas. Completos com a chegada do nadador Roberto Alcalde, ganharam “corredor de aplausos”, banda da Brigada e muita tietagem. Finalizaram o dia cantando os hinos Nacional e Rio-grandense, recebendo placas de reconhecimento pela performance em Tóquio e concedendo coletiva de imprensa.

“O União é minha segunda casa. É muito emocionante voltar para cá, ainda mais com os resultados que conquistamos. É gratificante demais. Eu estava com saudades, digo que eu sou uma gaúcha de coração” disse Carol Santiago.

O dia – de muito orgulho, comemoração e representatividade – teve, ainda, uma surpresa para celebrar o novo ciclo paralímpico que se inicia. Paris é logo ali! Clique abaixo em “Álbum: Chegada dos nossos representantes paralímpicos” e confira os registros do dia, com crédito de João Mattos Fotografia.

 



Aplicativo GNU

Skip to content